seis meses depois do avc

 seis meses depois de ter sofrido um AVC  isquêmico em julho de 2016 , muita fisioterapia, fono , ainda procuro me recuperar do que passei . hoje só faço fisioterapia para a mão esquerda que perdi a força e movimentos , há quem  tenha  me dito assim ,  pra que mão esquerda ??? eu não faço nada com a minha,  mas a gente não tem noção do quanto faz falta pra tudo na vida , pra colocar a roupa , tomar banho,  se secar , puxar a calcinha, ir ao banheiro As coisas caem da mão, quebrei muita louça , queimei as mãos tentanto cozinhar ,  não conseguia colocar um brinco na orelha e  eu sou vaidosa, me arrumo, saio de casa arrumadinha, tenho vaidade, me pinto, uso brinco corrente, anel , relógio, pulseira,  não consigo ser largada. minhas filhas foram  fundamentais em minha vida nesses meses, pois me arrumavam,  não me deixaram sair desengonçada na rua  nunca, até pq elas puxaram por mim, se arrumam, são vaidosas e arrumadinhas tb . mas ouço frequentemente na rua,  como vc está bem, dá graças a deus que tá viva, é claro que eu agradeço a deus estar viva  e sem maiores sequelas , mas não dá pra esquecer assim do nada as dificuldades que ficaram,  mas  estar viva pra mim, tem que ser para ter sonhos,  ser feliz, me realizar ,  fazer o que amo,  não consigo aceitar as dificuldades que ficaram, me coloca pra baixo  não ser mais  ágil rápida , como sempre fui ,  quero  costurar  pq era meu lazer  minha terapia ,  eu vendia e ainda  ganhava com meu lazer , preciso voltar , não há garantias de que  minha mão volte a ter os movimentos  como antes,  
e o que me faz não desistir ?? quero ver minha neta crescer , virar menina, passear conosco, viajar , sempre sonhei com isso,  então preciso viver pra realizar isso,  já basta ter sonhado em fazer vestidinhos pra ela e não consegui. 
agora um alerta, cuidem-se , não desprezem a força as  mãos ,  até hoje me sinto cansada exausta   mesmo fazendo muito pouco. voltei a trabalhar semana passada somente pq preciso .se não nunca voltaria . é cansativo estressante  meu trabalho, exaustivo, 
nessse tempo muitas pessoas lindas me surpreenderam na  vida, muito apoio e carinho  de onde não imaginava, entretanto  outras   de quem esperava apoio ,  tive só descepções , como disse bem minha filha  que falou hoje a gente faz de tudo pra te colocar pra cima e vem uma que não sabe nada de nada e  te afunda  ...... , é isso ,  meu maior problema é aceitar as dificuldades que ficaram,  o fato de eu não ter mais a mesma agilidade  que antes , me deixa triste e deprimida, mas até o neurologista já falou que nunca se volta 100 % depois de sofrer um avc,  eu queria  voltar no tempo, seis meses atras , esse não é um post pra  me lamentar , é um post contando as dificuldades apenas , não interprete erroneamente por favor , 

ou me acostumo ,  me adapto , ou vou ser infeliz, que escolha ?????????????? pra me dizer alguma coisa e mudar estilo de vida é que  deve ter acontecido isso comigo né???? pra mim foi como se eu tivesse envelhecido uns vinte anos em seis meses ,  as dificuldades que eu imaginava ter aos setenta ,  vieram aos 55 . 



7 comentários:

✿ chica postou o comentário número:

Oi,Leila! Que bom te ver ! E a vida prega peças ,não é? Mas vale a pena pensar que ainda que nem tudo esteja igual , estás vivinha da Silva e isso vale muiiiiiiiito! Te cuida e fica bem! Faz tudo com mais calma e pensa bem em ti sempre! bjs, chica

Maria de Fátima postou o comentário número:

Olá Leila, imagino que esse tempo de adaptação tem sido muito difícil pra você, mas a luta continua, não se pode desanimar nunca.
Eu sofri um acidente doméstico em janeiro de 2016 e fraturei a coluna. Há um ano sinto dores terríveis todos os dias e meu ortopedista já falou que tenho que aprender a conviver com a dor ou tomar remédios diariamente. Atividades diárias que eu fazia numa boa, agora são torturantes, mas eu não desisto. Força querida e muita fé. Beijinhos

Anônimo postou o comentário número:

Oi, bruxinha. Tu vai achar uma forma de viver ficar com seqüelas. É uma questão de adaptação, aceitação e fé. E tu vai conseguir. Um abraço e bola pra frente rumo a nova fase de nossa Bruxinha.

Anônimo postou o comentário número:

Sei que não é fácil conviver com as sequelas e limitações mas te digo:dê graças a Deus!Vc está no caminho certo!Está se cuidando,tem o apoio dos que te amam!Deus te deu uma nova chance!Seja positiva!Ainda há muito para ser vivido!Abraçe suas filhas,sua neta,seu marido e pense como vc é afortunada por tê-los!Não viva lastimando pelo que não pode mais fazer!Vc está VIVA!Cuide-se,ame,sorria e viva plenamente!!!

Maria Marta Marques postou o comentário número:

olá,vim aqui te dizer que não perca a fé, e não esqueça que para Deus nada é impossivel tenha coragem.Não desanime, e dê ouvidos somente pra quem te ama.Logo tu vai voltar a costurar essas maravilhas.
Sempre passo no teu trabalho quem sabe um dia eu tenha coragem de te dar um oi.
bjs,Marta







Ana postou o comentário número:

Há muitos anos acompanho seu blog quase que silenciosamente, pois apesar de eu fazer alguns comentários, nunca soube com certeza se foram lidos por vc. Bem como não sei se esse comentário será. lamentei profundamente quando li que vc teve um avc e imagino como isso é terrível, e como as pessoas ficam fragilizadas, tenho uma grande amiga que também foi acometida por um ela ainda se recupera. E vou dizer para vc o mesmo que disse para ela. Reinvente-se! Não permita que suas limitações sejam maiores que sua vontade de vencê-las! Agarre-se em primeiro lugar a Deus e depois em sua vontade de ver seus sonhos realizados. Os médicos disseram que vc nunca voltaria a ser 100% ? às favas com o médico! Eles podem saber muitas coisas e são importantes, mas Deus é quem sabe tudo e é muito maior! Vc pode ser um precedente sabia? Vc pode ser aquela que eles vão olhar e dizer: "Impressionante a sua superação e recuperação". Deus não tirou vc do seu leito e te levantou, para vc ser derrotada por palavras torpes e vãs de quem não sabe o que vc passa em seu dia a dia, nem tão pouco para ser digna da pena de ninguém! Não dê importância para palavras que não te edificam e não te fazem bem. Como diz a própria palavra de Deus : "Fugi da aparência do mal". N~]ao se deixe abater! Vc é bem mais forte que seus problemas! Conte com Deus em suas fraquezas, converse com Ele, e creia que Ele existe e te ama muito. Se vc teve que passar por isso, então tire o melhor disso que puder. E sim, vou ver as fotos das roupinhas que vc ainda fará para sua neta. Acha impossível? Eu não. Continue sendo linda. Vc está prestes a ser feliz. Reinvente-se. Que Deus seja contigo. Se um dia quiser falar comigo, meu zap é: 85 9 86347001. Beijos e fé querida!E se não tiver fé, peça a Deus, que Ele lhe dará. Abração!

Related Posts with Thumbnails
Coisas da Bruxinha © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto